Primeira edição do boletim “Trincheira Democrática” na gestão 2019/2020 é lançada

O Instituto Baiano de Direito Processual Penal – IBADPP divulga hoje a primeira edição do boletim “Trincheira Democrática” na gestão 2019/2020. O boletim ganhou uma nova versão, contando agora com colunas, entrevistas, artigos científicos, comentários a jurisprudência, entre outros temas.

Tratando-se da primeira edição nesse ano, a Diretoria decidiu disponibilizar gratuitamente para download o trabalho realizado pelo Departamento de Publicações, Coordenado pelo Professor Lucas Carapiá e pelas Professoras Diana Furtado Caldas e Gabriela Andrade. Basta acessar o link e fazer o acesso gratuitamente.

A partir de agora, todos os associados regulares receberão as edições do Boletim impressas nos endereços indicados na base de dados do Instituto.

O Presidente do IBADPP, Luiz Gabriel B. Neves, comemorou a publicação e disse que “este é apenas o começo de uma gestão inovadora, que se comprometeu com o fortalecimento dos pilares da democracia, com a construção de lideranças horizontais e com impessoalidade, bem como com a execução de projetos que ofereçam ferramentas de ampliação à resistência contra ‘a máquina de moer gente’ que é o sistema de justiça criminal”.

Nas palavras do Diretor Secretário e Coordenador do Projeto Lucas Carapiá, “esse novo formato visa a estabelecer uma comunicação fundamentada e acadêmica, mas que o faça através de uma linguagem escrita mais simples e direta, bem como uma apresentação visual mais dinâmica e atual. O objetivo é também alcançar um público cada vez mais plural. Entendemos que é importante passar a mensagem de compromisso com a democracia e com os direitos fundamentais, de modo que isso seja lido e compreendido por todas e todos”.

A Coordenadora de Publicações, Diana Furtado Caldas, afirmou que “essa primeira edição é só o início da execução de um projeto compartilhado por todos nós: resistir da defesa dos valores mais fundamentais do estado democrático de direito”.

O ex-presidente e membro do Conselho Consultivo, Elmir Duclerc, defende a ideia de que “esta segunda edição do boletim conseguiu ficar ainda melhor do que a primeira, e reafirma o especial momento de maturidade do Instituto, cuja trajetória histórica, está marcada, desde a sua fundação, por um movimemto incessante e ascendente de superação, graças à identidade de propósitos e à amizade que nos une.”

Esta edição do Boletim conta ainda com a colaboração da cartunista Laerte, que permitiu uso de uma de suas charges, juntamente com uma releitura de Maria Quitéria como a imagem de uma Orixá, feito por Túlio Carapiá e já presente na primeira edição do boletim.

Com a participação do advogado e associado Thiago Vieira, Coordenador do Departamento de Direito e Tecnologia do IBADPP, o Boletim estará à disposição do público para acesso e download na íntegra.

O Instituto tem crescido bastante nos últimos anos, fortalecendo a defesa da democracia e contribuindo para a construção de um processo penal justo. Para se associar e receber as edições físicas, é preciso ser professor e/ou possuir artigo científico publicado na área das ciências criminais. Participe: http://www.ibadpp.com.br/associe-se